quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

...

E o que seria de mim sem meu inconformismo e minha ansiedade por mudar, de dentro pra fora?

3 comentários:

Ellen Azevedo disse...

não sei o que seria de você, mas eu com toda certeza seria um nada.

Clara disse...

Alguém que talvez eu não gostasse/admirasse como sinto hoje.

=)

Lia Araújo disse...

Inconformismo é realmente essencial!

beijos, Deyse!