segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Texto de Raiva (ou Pela Honra das Moças Desapaixonadas)

Não to disposta. Nem com a mínima vontade. Não mesmo. To com uma preguiça gigantesca de me fazer entender. Então só ouve. Faz cara de quem se importa, e acena com a cabeça algumas vezes, só pra eu pensar que você tá ouvindo. Coisa que não tá, porque eu sei que você tá pensando nos problemas, prazos e atrasos, como sempre. É tipo um esporte, já que pra pelada, você não tem mais tempo. (Aliás, isso tá te consumindo, espero que você esteja notando.) Enfim, lá vai. Acabou. O que, que cara é essa? Eu sei que já faz meses. Não precisa me olhar com condescendência como se eu fosse uma louca. Só to dizendo que "acabou" agora porque é assim que vai ser. De agora em diante, nada de bancar a legal, amigável, compreensiva, solidária, altruísta, educada. Você tem tornado difícil fazer jus a minha cara de moça do bem. Nos últimos dias, ouço vozes na minha cabeça e elas tem uma boca suja demais, meu querido. E tudo isso porque, antes do final do mês de agosto, eu já tinha perdido o respeito por você. É uma pena que amor não se perde assim tão rápido, não é? Apesar dos rumores de que amor acontece rápido pra alguns, ir embora ele não vai. E olha que eu já soltei os cachorros atrás. A questão é que você não vale o esforço. Esforço pra ser boa moça com um vilãozinho egoísta, que quer passar de mocinho protetor de donzelas? Não, obrigada. Além do mais, cansei daquela batgirl apaixonada que eu já fui. Cansei da personagem polida e sóbria que criei pra afugentar memórias ruins. Tem gente que cansa de usar máscaras, acredite. E, uma vez que acabou o respeito, tá mais do que na hora da mocinha parar de defender a honra do vilão vestido de bom moço que ela costumava amar. E começar a defender a sua própria.

3 comentários:

Lia Araújo disse...

Como eu entendo cada palavra!

bjo.

p.s Adoraria ter escrito isso...

Nane disse...

Ah o amor, eternamente trollando a nossa vida! hauhauhauuahua Amei o texto Dê, parabéns, por tudo!

Lays Cristina disse...

- Nossa, escreveu tudo. Ta ai, acho que chega uma hora que por mais que as coisas tenham ficado no meio do caminho a gente sempre tem uma esperança, mais chega uma hora que devemos dar ADEUS a isso, dar um basta, precisa de um "acabou" pra acordar que aquela historia que poderia ser de amor ta amsi pra um naufragio do titanic. A gente cansa de se ver como a mocinha apaixonada. Passa a ser mais egoista, por questão ate de amor proprio.