quinta-feira, 14 de julho de 2011

Tem gente que me acha preconceituosa. E eu tenho mesmo minhas opiniões fundadas firmemente em pensamentos do tipo "Fulano tem cara de dissimulado", "não conheço Beltrana, mas ela parece ser muito pedante".
Mas, muito mais que preconceituosa, sou posconceituosa. Sou realmente intransigente uma vez que sofro a ação.

3 comentários:

Mima disse...

Ui... Tive medo agora. =O Isso me lembrou meu pai, hehe. Ele tem pensamentos mais ou menos como esse. Ele costuma dizer que é preconceituoso, e que o preconceito nos protege de um monte de coisa. Todo mundo, de certa forma, é preconceituoso. O trágico e triste não é o preconceito. É se ele vira 'pós-conceito'. Aí, é sinal que o problema é mesmo grave e a gente, infelizmente, descobre que estava certo.

Beijo, moça. Sempre bom deixar um axismo perante os seus.

=*

Juh V. A. disse...

Oi! É a minha primeira visita no seu blog e eu gostei. E de certa forma, concordo com você. É praticamente um "a primeira impressão é a que fica" não é? E no fim, lá no fundo, você descobre que tem razão. Ás vezes e só as vezes, você se engana e pra mim, essa é a melhor parte.
:)

Jairo Felipe disse...

Frases como: "a primeira impressão é a que fica" e "as aparências enganam" são exemplos da contradição do preconceito, e este só se transforma em posconceito se algo a posteriori o ratifica, caso contrário vc nem lembra que teve um preconceito, porque aquele conceito inicial se perdeu ou te cativou...