quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O botão de ligar meu surto

Acho engraçado (leia-se irônico) quando as pessoas do meu trabalho dizem que eu sou "tão serena", "tão calada". Quando não estão me chamando de eufemismos para "mosca-morta", é realmente muito bom. É porque aqui eu sou semi-muda. Acho que esse é meu problema de ordem profissional: trabalho na assessoria de comunicação e quase não falo.
Mas o que essas pessoas ingênuas não sabem é que, quando alguém aqui fala alguma coisa que me chateia, minha vontade é levantar a vozinha mansa e dizer umas verdades. Mas como o ambiente de trabalho não permite meu sarcasmo, continuo calada.
Bem caladinha... Até que, em algum desses dias nos quais to à beira de um rompante, alguém me diga inocentemente: "Calma, Anna Deyse". Porque, não sei vocês, mas quando eu to estressada, me pedir calma exerce o efeito de botão de ligar surtos!

7 comentários:

Fabiano disse...

Quer um conselho? tenho um assim de excelência \o/ vai ficar relaxada ao extremoooooo e nunca mais vão dizer que tu é serena, caladinha, dócil etc. kkkkkkkkkkkkkk

uma louca pela vida... disse...

"Boca fechada não entra mosca", minha mae ja dizia....e se tratando em trabalho o melhor mesmo e ficar calada pois nao sabemos com quem estamos lidando...deixe pra espernear fora dele...rsrsrs

Fabiano disse...

Pois aqui na Procuradoria falou merda vai ter que ouvir seja quem for...sistema é bruto...começando pelo chefe..intaum tamo no bolo junto e misturado, paciência zero.

Izau Melo † disse...

Parafraseando um dos meus textos "O meu silêncio" vejo algumas coisas que estão intimamente relacionado.

"O silêncio não é dado a amenidades. ...
Silêncios que falaram sobre desinteresses, esquecimentos, recusas.
Quantas coisas foram ditas na quietude, depois de uma discussão.
O perdão que não vinha, nem um beijo, nem uma gargalhada
...
o silêncio, a ante-sala do fim. É mil vezes preferível uma voz
que diga coisas que não quero ouvir, pois ao menos as palavras
que são ditas indicam uma tentativa de entendimento.
Palavras proferidas articulam argumentos, expõem suas queixas,
jogam limpo. Já o silêncio arquiteta planos que não são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.
Quantas vezes, durante uma discussão te ouvi falar:
“Diz alguma coisa, mas não fica aí parado me olhando!”
É o silêncio de um mandando más notícias para o desespero do outro.
O silêncio que perturba é aquele que fala. E fala alto."

Enfim eu consigo identificar a agressividade absurda do silêncio, não há há gritos e nem palavrões que maltratem tanto, no entanto só os mais inteligentes conseguem ter essa percepção, portanto, o teu silêncio é mais cruel e destruidor do que qualquer palavra que você fale.


P.S. Trecho do texto: http://www.textosetexticulos.com/search/label/O%20meu%20Sil%C3%AAncio

Lia Araújo disse...

Interessante!

Como a gente é em cada local e a diferença quando se convive e se conhece... mas, tb é saudavel a reserva... as pessoas não precisam nos conhecer totalmente... acho que nem conhecemos nós mesmos, totalmente!

Fiquei pensando em vc como "serena"
kkkkkkkkkkkk

As pessoas também acham que eu sou um doce de pessoa ( tadinhas, nem imaginam)

pois é...
Isso é quase questão de sobrevivência.
Como vc disse no ultimo post.. sorria e acene.

beijos, Deyse!
Ótimo feriado!

Clara disse...

Dependendo de como é falado, também surto!!!

No meu trabalho tb tem uma moça mais quieta, nem sei o nome dela ainda. Mas a respeito... é tão mais simples né? As pessoas gostam de incomodar aqueles "diferentes". Entre aspas, pois é só aos olhos de quem quer ver. Aff

Beijosss

Otis Keener disse...

Minha filha, guardando tanta coisa, de pouquinho em pouquinho vc vai ter juntado coisa suficiente pra surtar, e um dia aparentemente normal começará, e terminará com o anúncio do jornal "ela era calma e de repente matou todo mundo que a rodeava em um dia de fúria." Eu não quero ter que te visitar na cadeia.. então, tente não "esponjar" tudo, externalize suas raivas, mesmo que sendo de forma bem "dócil e serenamente" (leia-se sarcastica).

Mas como eu mesmo penso, minha palavra/conselho so vale pra mim mesmo, então ... te vejo na cadeia. ;) rsrsrsrsr