terça-feira, 24 de agosto de 2010

Goiabada com creme de leite

Não tenho vergonha de dizer que estou feliz

Não dessa felicidade artificial de suco de uvas

Dos que em vez de expressá-la

Ficam em casa comendo goiabada com creme de leite

Estou feliz por ter te conhecido

E ter prevalecido a lei da compatibilidade

Gostei de ti porque encontrei nos teus olhos o reflexo da minha alma

Afinidades, aspirações, saber que somos da mesma lua sentimental, apesar de inseridos no mesmo lugar comum.

Pessoas como você, me fazem entender que a minha pieguice não é nenhum defeito.

Que homem que chora, se emociona, e fala de amor não é menos macho que os outros.

Desde nossa primeira conversa tenho pensado muito em você.

E na tentativa de entender os motivos que me levaram a pensar assim, tão continuamente,

Pude perceber que apesar dos diálogos, teus olhos me falaram tanto quanto as tuas cordas vocais. Compreendi pelos teus gestos e ações que a vida não é um romance literário que, para realizar a sua beleza, tem que ser lida até o fim. Dei-me conta, ao contrário, que a vida é uma coletânea de pequenos contos, uns ousados, outros emocionantes, alguns cômicos, outros naturalmente belos... pela simplicidade do ser.

Cada momento de beleza vivido e amado, por efêmero que seja, é uma experiência completa que está fadada à eternidade. Um único momento de beleza e amor justifica a vida inteira.

Da mesma forma que uma fotografia dá um Oscar a um longa-metragem.

Maravilhas nunca faltaram ao mundo; o que sempre falta é a capacidade de senti-las e admirá-las. E minha sensibilidade aguçada me aproximou de ti, e dar mais um passo na minha busca incessante pela perfeição.

Entenda que a amizade é o sentimento dos seres imperfeitos, pois a união é que nos leva à perfeição, e a amizade é o princípio de tudo...

Sei que talvez pouco de mim seja claro pra você, apesar de que as minhas palavras geralmente me expõem demais.

No entanto, não me procure nas palavras,

Me escondo nas entrelinhas

Mormente nas reticências.

...Não sei por que um gosto de arco-íris me veio aos lábios

Quando na solidão do vôo, brinquei de planejar situações...

E me imaginei protagonista do Dom Juan Triunfante do Fantasma da Ópera e minha Christine escrevia maravilhosamente bem.

Talvez por entender que o limite do gostar é gostar sem limites

E o melhor sentimento, é o sentimento que não busca razão, que não se preocupa, que não se questiona

Pode parecer absurdo, mas já sentia saudades de você antes mesmo de te conhecer

E esse sentimento inédito me deu asas para voar em busca de alguém e te encontrar

Não sei o que você está pensando agora, se tiver me dado dentes afiados e um sorriso sarcástico, saiba que eu não mordo... não até que entendam minhas razões.


Não tenho vergonha de dizer que ainda estou feliz

Não dessa felicidade artificial de suco de uvas

Dos que em vez de tê-la expressado

Ficam em casa reclamando que acabou a goiabada com o creme de leite.

Estou feliz por ter sentido o prazer genuíno de quem toma o autentico vinho tinto.

Estou feliz por ter encontrado as palavras que julguei ser as melhores para expressar o que meu coração me aconselhou dizer

Dizer que a vida ganha um novo sentido em ter conhecido você.


Izaú Melo para Anna Deyse

por tudo que ela tem significado pra mim


***


Que eu recebi do Izaú. Li, reli e fiquei me olhando, procurando em mim tudo que ele vê. Não achei metade. As palavras dele me tornam bem melhor do que eu realmente sou. Muito obrigada, Izaú. De coração. Você tem significado muito pra mim! Nós sofremos do mesmo mal... E isso tem o lado bom de nos unir. "Ósculos e amplexos" em ti :)

P.S. O desenho é da minha foto perfil do blogger. Foi um presente do Nathan Almeida, que eu amei e fiquei toda besta ao receber! :)

12 comentários:

S. disse...

..a internet virou uma "caixinha" guardada no fundo de uma gaveta de calcinha ;) kkkk, viu? a influencia da poesia? auhua, brincadeira..

melhor parte pra mim: "Não tenho vergonha de dizer que ainda estou feliz. Não dessa felicidade artificial de suco de uvas.Dos que em vez de tê-la expressado.Ficam em casa reclamando que acabou a goiabada com o creme de leite."

Eu e vc, estamos em casa reclamando que acabou a goiabada com creme de leite ;)

Beijos!

Izau Melo † disse...

A princípio o que posso dizer é que, é no mínimo muito complicado comentar como leitor um texto que escrevi, o que posso dizer é que a caricatura ficou maravilhosa (vi ao vivo) e que o texto ficou bonito no meio dos achismos, o que posso dizer também é que ele não é um achismo, ele é uma certeza, foi um texto que escrevi, literalmente nas nuvens, porque o escrevi no vôo de volta pra casa, e a inspiração foi um misto de @annaf_ com um anúncio na revista da gol que mostrava uma fatia de goiabada com creme de leite.
Se ficou bonito ou não são os leitores dos achismos que deveram dizer, é horrivel advogar em causa própria, e o que me resta a dizer é que gosto de praticamente tudo que leio no blog e admiro a forma ímpar como a autora escreve... pretensão ou não, insisto em dizer que ela é a versão feminina de mim. rsrs
Bjs e obrigado pelo espaço no seu blog.

Eliane Dias disse...

Sempre visito o blog do Izaú Melo e quando ele faz algo que gostaria de ler é postado em outro blog, algo assim mais alto astral, rsrs
o bom é que eu conheci o seu, que por sinal é muito bom

Vou voltar sempre

:*

Fátima Marques disse...

...Ah meus parabéns por ter sido via de inspiração

taynara andrade disse...

Escondendo os textos felizes pra manter uma aura melancolica no teu blog né? peguei vc! huhuhuhuh
u.u

Onde será que tem mais? rs
Belo blog esse de achismos, adorei o nome

Pauline Rogério disse...

rsrs...
Adorei o texto, que é bom faz ficar romântico até goiabada com creme de leite, escreve alguma coisa sobre milkshake de sonho de valsa
Adoro
heauheauhe
Meus parabéns a todos, o autor, o caricaturista, e a dona do blog
o//

Anônimo disse...

já vi esse texto antes

Deyse disse...

Leitoras do Textos e Textículos,
to lisonjeada com a visita de vocês. Por mais que o mérito seja do Izaú :P Obrigadaa, meninas!


Anônimo,
então faça como eu, ponha fragmentos do texto no Google e descubra se já leu o texto antes ou não :)
(O Izaú fica ofendido quando eu digo que vou colocar no Google mas é verdade...rs ;)

Beijo e abraço em todos :D

Lia Araújo disse...

Que bonito... gostei do desenho!

Se cuida, Deyse!

Clara disse...

Que lindoooooo!!! Muito bonito o texto do seu amigo. =)

E moçaaaa, às vezes não enxergamos nossas qualidades, porque às vezes não queremos vê-las! =****

E nossa, AMEI o desenhooooooo!! Não sabia que você tinha cabelo comprido. Sempre achei que fosse curto! rss

bjoooos

Fabi Silva disse...

Lindo, li muita coisa escrita pelo Izaú, mas nunca algo assim, tão singelo, tão puro, tão honesto e também nunca vi ele dedicar publicamente o que escreve. muito 10!
Abraços e adorei o outro post também

Chalil Costa disse...

Caraca, hoje eu to vendo esse texto...
que loucura Melo, é muito f***. Lindo cara.
E eu espero que vc Deyse, faça por merecer essas palavras. Lindas palavras!