quarta-feira, 24 de março de 2010

Falar de amizade


Não posso dizer que é meu assunto preferido atualmente. Triste isso. As novas amizades são lindas, são quase sorrisos. As velhas, maduras e mansas, sem desentendimentos; mas não todas.


Queria ser mais como a Tanane (de todas, minha amiga melhor). Invejo esse respeito que ela tem por todo mundo. Queria me importar mais quando algo em mim perturba algum amigo. Mas eu deixei isso de lado. Em parte.

Cansei de ser sempre a errada. Cansei de sempre perturbar aquela pessoa específica com meu jeito. Cansei de ser a quadrada. Supostamente, os amigos te amam pelo que você é. Se não gosta do q eu sou, então tome seu rumo, porque amizade (de verdade) é inviável. E se gosta, por que causa dor? Não sou a pessoa mais fofa do mundo, mas to aprendendo a não machucar as pessoas com palavras, ser mansa. Ainda falta muuuito pra eu ser uma pessoa boa, fácil de conviver. Mas eu quero ser... Essa é a diferença entre nós.

O que eu espero com olhos vermelhos é que algum dia essa intransigência camuflada não me machuque mais. E que eu também não machuque mais ninguém.

Trilha sonora: Red Eyes - Switchfoot

Um comentário:

Cinthia Thais disse...

.' amizade pelo meu ponto de vista, vem p dá seguranca, conforto.. essas coisas assim!
mas, e quando passa daii, o que a gente pode chamar? Tudo bem, eu concordo existem altos e baixos de uma amizade, mas e quando uma só tá afundando e nao quer levantar mais voo? é quando a pessoa se torna outra e incapaz de ver seus erros estampados na face de outra pessoa.. enfim, cada pessoa é um universo, como mudar um universo inteiroo? realmente nao dá. Unica saída é mudar meu universo para assim fazer influenciar aqueles que me veem ;) beijopuLuu